domingo, 23 de outubro de 2016

Roma: Pontifício Colégio Português assinalou os 116 anos de vida

DR
Cardeal Manuel Monteiro de Castro presidiu a eucaristia de ação de graças

Roma, 22 out 2016 (Ecclesia) - O cardeal Manuel Monteiro de Castro presidiu à eucaristia de ação de graças pelos 116 anos de fundação do Pontifício Colégio Português, esta quinta-feira, em Roma.

O Cardeal Monteiro de Castro, ex-aluno daquele Colégio, recordou os anos que lá passou.

“É com profunda gratidão os anos que passei na faculdade: para mim foram um oásis de vida sacerdotal em Roma e um forte crescimento experimentado na minha vocação sacerdotal”.

À comunidade residente do Colégio Português juntaram-se D. Virgílio Antunes, bispo de Coimbra, e D. José Cordeiro, bispo de Bragança-Miranda, bem como do padre Nuno Gonçalves, Reitor Magnífico da Pontifícia Universidade Gregoriana, que serviu o Colégio como padre espiritual.

O texto partilhado na página na internet do Colégio fez saber que o reitor, padre José Caldas,  comunicou a atribuição do título de “Casa de Vida” ao Pontifício Colégio Português, pela Fundação Internacional Raoul Wallenberg, pelo seu empenho a favor dos judeus perseguidos durante a ocupação nazi.  

O dia de celebração serviu também para anunciar a nomeação do padre Jorge Fernandes, SDV, como padre espiritual do Colégio, juntando-se ao padre Saturnino Gomes nesta missão; e ainda uma palavra de vocação ao primeiro Centenário da Morte da Irmã Mary Jane Wilson, fundadora das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias, que servem o Colégio.

SN


in




1 comentário: