sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Resgatar a véspera de todos os santos

Dia 01 de Nov e dia 02 são dias de festa na igreja porque se celebram todos os santos. Todos aqueles que nesta vida tentaram levar uma vida santa, justa, plena de amor e serviço aos outros. Com as suas quedas como qualquer comum ser humanos, mas que se levantaram e recomeçaram. Todos os que não foram proclamados santos pela igreja por impossibilidade prática da questão, de ser difícil de gerir tantos processos de canonização, e por isso nem são conhecidos, mas que estão no céu pela misericórdia de Deus e pelo exemplo de vida que deram enquanto vivos.
 
Trata se de uma festa alegre e não sombria como se retrata nas festas de Halloween onde parece que impera o medo, o terror, as almas penadas, esqueletos deambulantes, bruxas horrendas… O medo e o terror não são cristãos. Nem, graças a Deus, quando morremos andamos a penar vagueando pelo mundo de modo invisível, nem muito menos teremos à nossa espera um juízo castigador por parte de Deus.

Felizmente desde 2001 que em França e em vários países têm surgido várias iniciativas de modo a recuperar o sentido cristão da véspera de todos os santos. Neste sentido o próprio nome da festa deveria ser “HollyWin” e não “Halloween” e assim em muitos sítios já se vê as crianças vestidas a imitar o seu santo preferido.

Nalgumas paróquias em Portugal já se vê iniciativas de momentos de oração dinamizados por grupos de jovens. 

A igreja é jovem, viva e alegre e vive da esperança do Céu para sempre. É disso que temos de dar testemunho com essa força e convicção de que de facto os Santos Vencerão.

Rita Parreira Anes Oliveira










Sem comentários:

Enviar um comentário