quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Igreja: «O Rosário não é uma beatice» - José Luís Nunes Martins


Autor do livro «O Rosário para crentes e não-crentes» escreve com referências ao dia-a-dia

Lisboa, 25 out 2015 (Ecclesia) – O autor do livro «O Rosário para crentes e não-crentes» disse à Agência ECCLESIA que a oração do terço “não é uma beatice” mas “um instrumento muito válido para trazer paz à vida”.

José Luís Nunes Martins considera que o facto do terço repetir a Ave-Maria 50 vezes não significa que seja uma oração repetitiva, porque é um “ato de amor que se reinventa a cada momento”.

“O facto de rezar 50 ave-marias significa que cada uma delas pode ter uma nuance, introduz novidades na forma como meditamos e podemos aprofundar a nossa vida”, sublinhou.

O autor considera o rosário preenche “todos os requisitos” da procura de paz que todas as pessoas procuram por ser um “momento de paz por excelência.

Paulo Pereira da Silva escreve as meditações para os crentes e José Luís Nunes Martins para os não crentes, com o objetivo de “trazer os textos para o dia-a-dia”.

José Luís Nunes Martins considera que “os textos para não-crentes são um alargamento para os crentes”, dando-lhes um “argumento para lidarem com as pessoas que não acreditam”.

O livro “O Rosário para crentes e não-crentes” é apresentado esta terça-feira pelo selecionador nacional de futebol, Fernando Santos, na Basílica dos Mártires, em Lisboa.

Com a chancela da Paulus Editora, o livro está direcionado para “quem acredita e quem não crê” e os autores meditam os 20 mistérios do Rosário com um “olhar diferenciado” para crentes e para não-crentes, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

“Acompanhando Cristo através do olhar da sua mãe”, os autores apresentam 40 reflexões breves, “mas desafiadoras a um olhar mais profundo sobre a nossa vida” e todos os mistérios são ilustrados “pelas cativantes fotografias de Francisco Pereira Gomes”, realça a editora.

LFS/PR


in



Sem comentários:

Enviar um comentário