quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Papa: «A fé é também lutar com Deus»


Francisco refletiu sobre a esperança cristã durante a audiência pública com os peregrinos

Cidade do Vaticano, 28 dez 2016 (Ecclesia) – O Papa refletiu hoje no Vaticano sobre o sentido da fé cristã, salientando que esta é “um caminho difícil” mas que quando consolidada leva a poder “sonhar até com aquilo que seria inimaginável”.

Numa audiência pública desta quarta-feira, na Sala Paulo VI, Francisco sublinhou que “a fé não é só silêncio que tudo aceita sem replicar”, implica também muitas vezes “uma luta com Deus”.

E deu o exemplo de Abraão que, depois de Deus lhe ter prometido uma descendência tão numerosa “como as estrelas do céu”, teve dúvidas, vacilou, “sentiu o peso da desilusão e do desânimo”.

“Abraão sente-se sozinho, está velho e cansado, a morte aproxima-se. Como pode continuar a acreditar? No entanto, mesmo o seu lamento é uma forma de fé. Apesar de tudo, Abraão não perde a sua confiança em Deus e a sua esperança em que algo vai acontecer”, realça o Papa argentino.

Para Francisco, Abraão é um exemplo de fé, de um “caminho de esperança que todos os cristãos devem percorrer”.

Uma esperança que “abre novos horizontes” e que ajuda a transformar “um futuro incerto” num “caminho de luz”.

“Se também a nós não nos restar outra possibilidade que não olhar para as estrelas, então será tempo de confiar em Deus. E não há coisa mais bela”, salientou.

O Papa concluiu a sua audiência desejando aos milhares de peregrinos que encheram a Sala Paulo VI “um bom tempo natalício e um bom Ano Novo”.

JCP

in



Sem comentários:

Enviar um comentário