quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Igreja: Papa desafia bispos norte-americanos a «derrubar muros»

Francisco sublinha importância de valorizar diversas línguas e tradições culturais presentes nos EUA

Cidade do Vaticano, 16 nov 2016 (Ecclesia) - O Papa Francisco enviou uma mensagem aos bispos católicos dos Estados Unidos da América, na qual convida a Igreja a “derrubar muros” e promover o diálogo, em particular com quem vem de fora do país.

“O nosso grande desafio é criar uma cultura do encontro, que encoraje cada pessoa e cada grupo a compartilhar a riqueza de suas tradições e experiências, a derrubar muros e construir pontes”, indica a videomensagem dirigida à Assembleia Geral da Conferência Episcopal dos EUA (USCCB), reunida em Baltimore, Maryland, até esta quinta-feira.

Francisco desafia os bispos norte-americanos a “sair” e a promover a “comunhão com os outros cristãos e com todos aqueles que procuram um futuro de esperança”.

O Papa sublinha que os católicos devem ser “mensageiros de boas notícias” numa sociedade, sujeita a “desconcertantes mudanças sociais, culturais e espirituais”, além de uma crescente “divisão”.

Ao recordar sua viagem aos Estados Unidos da América, em setembro de 2015, para o Encontro Mundial das Famílias, o pontífice argentino assegura ter ficado “impressionado pela vitalidade e a diversidade da comunidade católica” no país.

“Ao longo da história, a Igreja deste país acolheu e integrou novos fluxos de imigrantes. Com uma rica variedade de suas línguas e tradições culturais, deu forma ao rosto em contínua transformação da Igreja norte-americana”, precisou.

Neste sentido, Francisco pede aos bispos dos EUA que reflitam sobre a resposta que as Igrejas locais podem dar “à crescente presença, aos dons e aos potencial da comunidade hispânica”.

O Papa promete a sua oração pelo Quinto Encontro Nacional da Pastoral Hispânica - que terá início em janeiro de 2017 -, para que este “dê frutos para a renovação da sociedade norte-americana e para o apostolado da Igreja nos Estados Unidos”.

OC

in



Sem comentários:

Enviar um comentário