quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Audiência: Ser batizado significa estar chamado a difundir a esperança de Deus

Catequese do Papa Francisco, 2 de agosto de 2017

Audiência 02/08/2017 (c) L'Osservatore Romano
Audiência 02/08/2017 (C) L'Osservatore Romano

Catequese do Papa Francisco, 2 de agosto de 2017

O Rito do Batismo é composto de vários sinais que ajudam a entender qual é a esperança que anima o coração dos fiéis e a missão dos cristãos no mundo.
Durante a Profissão de Fé, a pessoa que será batizada – ou seus pais e padrinhos, se se trata de uma criança – confessa sua fé em Deus que é nosso Pai, no Filho, Jesus Cristo, que se fez um de nós, e no Espírito Santo, que transforma sem cessar a humanidade.
Desse modo, o catecúmeno, “orienta” a sua vida para Cristo, na certeza de que a graça divina será seu auxílio para vencer as trevas do pecado e viver sempre na Luz de Deus.
Símbolo dessa nova luz na vida do cristão é a vela que é entregue ao neófito nos ritos finais da celebração: acesa no Círio Pasqual, que representa Cristo Ressuscitado, é um sinal da Ressurreição de Jesus que vai se propagando pela história e que nos recorda que devemos ser cristóforos nesse mundo: portadores de Cristo.
De fato, ser batizado significa estar chamado a difundir a luz da esperança de Deus neste mundo sem esperança.
Palavras do Papa Francisco aos peregrinos de língua portuguesa
Dirijo uma cordial saudação aos peregrinos de língua portuguesa, concretamente aos membros da Fraternidade dos Irmãozinhos de Assis aqui presentes.
Queridos amigos, ser batizado significa ser chamado à santidade.
Imploremos a graça de poder viver os nossos compromissos batismais como verdadeiros imitadores de Jesus, nossa esperança e nossa paz.
Que Deus vos abençoe!
in



Sem comentários:

Enviar um comentário