domingo, 28 de maio de 2017

Papa em Génova: encontro com os jovens. Não olhar a vida como turistas

No santuário genovês de Nossa Senhora da Guarda

Francisco com os jovens em Gênova
Francisco Com Os Jovens Em Génova
(ZENIT, 28 maio 2017).- O papa Francisco teve um encontro com os jovens no Santuário genovês de Nossa Senhora da Guarda, onde fez um breve Ato de Consagração a Ela.
Respondendo a quatro jovens, o Papa indicou como ser missionários entre os coetâneos que vivem em situações difíceis.
Francisco disse que a missão deve ser transformadora, “mas há também outro tipo de transformação que muitas vezes não se vê, que é oculta, que nasce na vida de cada um de nós: é a missão; ser missionários nos leva a olhar a nossa realidade com os olhos de Jesus”.
Explicou que não devemos olhar a vida como turistas, com superficialidade, mas em missão, perto das pessoas, às quais devemos falar com autenticidade e transparência. É Jesus que nos envia à missão. Por isso, somos transformados e damos testemunhos da sua Palavra. O Papa convidou a “serem missionários entre os coetâneos é amá-los, olhar em seus olhos, dar-lhes a mão e esperança como se fossem o próprio Jesus.
As pessoas, acrescentou, têm nome e não “adjetivos”, desafiando todos a ter a capacidade de “apertar uma mão que está suja” e olhar nos olhos de quem sofre para lhes dizer: “Tu és Jesus”.
O Papa advertiu os jovens e pediu-lhes espírito crítico perante aquilo que os media apresentam, e “não comer tudo o que colocam no prato”.
in



Sem comentários:

Enviar um comentário