quarta-feira, 2 de maio de 2018

Segundo dia de maio

Bom dia!
Depois do primeiro, eis o segundo dia de maio, a que se seguem tantos outros, onde é preciso procurar concretizar muito do que se disse entre manifestações e multidões. Sobretudo o direito ao trabalho para todas as pessoas, sempre comprometidas com o dever de merecer esse direito!
Questões de todos os tempos, hoje com contornos específicos, que analisamos no Dia do Trabalhador com o Movimento Mundial de Trabalhadores Cristãos, a Liga Operária Católica, a Juventude Operária Católica e quem olha para a "nova geografia das profissões"
No primeiro de maio, o Papa disse que a dignidade humana está "vinculada ao trabalho" e presidiu a uma celebração de oração pela paz na Síria. 
No segundo dia, o Centro de Reflexão Cristã inicia as Conferências de Maio sobre o tema «Os Novos Sinais dos Tempos – Que fazer?; e o Instituto de Estudos de Religião da Universidade Católica Portuguesa começa uma formação avançada sobre «Livro dos Salmos: História e Literatura» e «O essencial sobre o pensamento de Paulo».
No programa Ecclesia, na RTP2, D. Joaquim Mendes fala do Sínodo dos Bispos sobre a juventude, no contexto da realização do Fátima Jovem, no próximo fim de semana; na Antena 1, pelas 22h45, continuamos a falar do trabalho!
Votos de um excelente dia, com muitas e boas notícias!
Paulo Rocha

Sem comentários:

Enviar um comentário