segunda-feira, 26 de junho de 2017

Vaticano: preocupação por bispo desaparecido desde maio em China

Afastado de forma forçada da sua sede episcopal. Convocado por membros do Departamento dos Assuntos Religiosos


(ZENIT – Cidade do Vaticano, 26 Jun. 2017).- “A Santa Sé segue com grave preocupação a situação pessoal de D. Pedro Shao Zhumin, bispo Wenzhou, afastado de forma forçada da sua sede episcopal há já algum tempo”, indicou hoje o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, numa declaração divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé.
O bispo foi nomeado pelo Papa, mas não é reconhecido pelo governo de Pequim e foi convocado por membros do Departamento dos Assuntos Religiosos a 18 de maio, sem que tenha sido voltado a ser visto.
“A Santa Sé, profundamente entristecida por este e por outros episódios semelhantes, que infelizmente não facilitam o caminho de entendimento, deseja que D. Pedro Shao Zhumin possa regressar quanto antes à diocese”, indica a nota oficial.
O porta-voz do Vaticano pediu sejam dadas garantias de que o bispo possa “desenvolver serenamente o seu ministério episcopal” ao responder a perguntas de jornalistas sobre o caso deste bispo.
in



Sem comentários:

Enviar um comentário