domingo, 4 de junho de 2017

O dia do Espírito

Bom dia de Pentecostes para si, que nos acompanha desse lado.
Hoje é o dia em que a Igreja Católica celebra a terceira pessoa da Santíssima Trindade, talvez a mais esquecida, não é verdade? Simbolicamente, o Papa presidiu a uma vigília, no Circo Máximo de Roma, onde tantos cristãos foram martirizados, no 50.º aniversário do Renovamento Carismático Católico, e preside hoje à Missa de Pentecostes na Praça de São Pedro.

Se há lugar em Portugal onde o Pentecostes é vivido com solenidade, este é, sum dúvida, o arquipélago dos Açores, em particular nas ilhas do Faial, Pico e São Jorge. O portal ‘Igreja Açores’, da Diocese de Angra, adianta que nas festividades deste ano vão ser oferecidas, só na ilha do Pico, mais de 20 mil refeições.

Em Fátima, o sábado foi dedicado à Jornada Nacional da Pastoral da Cultura. Um momento que mostra que a Igreja Católica “não pretende olhar de fora para o mundo da juventude”, como afirmou D. Pio Alves. A iniciativa do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura promoveu o debate, na linha do que o Papa propõe para o Sínodo dos Bispos de 2018.
A Jornada foi coroada pela entrega do Prémio Árvore da Vida-Manuel Antunes a Luís Miguel Cintra.

Um santo domingo para si e boas notícias, sempre.
Octávio Carmo

Sem comentários:

Enviar um comentário