quinta-feira, 22 de junho de 2017

Incêndios não podem ser uma inevitabilidade

Olá, uma boa quinta-feira para si na nossa companhia,
Depois de termos dado conta da reflexão dos bispos portugueses acerca da tragédia na região de Pedrógão Grande, levamos hoje até si a opinião do cardeal-patriarca de Lisboa, e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa. D. Manuel Clemente.
Para D. Manuel Clemente, é preciso agir, Portugal não se pode conformar com o chavão da época dos incêndios, nem tão pouco os fogos devem ser encarados como algo de inevitável.
Através do Programa Ecclesia na RTP2, a partir das 15h00, continuamos a fazer o acompanhamento dos acontecimentos nas regiões afetadas pelos fogos, onde muitas instituições católicas estão empenhadas no auxílio às populações.
E recorde-se... no domingo dia 2 de julho, os ofertórios de todas as celebrações eucarísticas serão reservados para o apoio a todas as vítimas das chamas.
Neste dia destacamos também a reflexão que segue em torno do fenómeno Fátima, através de um congresso intitulado ‘Pensar Fátima’ que reúne especialistas dos mais variados quadrantes do saber.
Da psicologia e da historia, passando pela ciência, a geografia e a política, procuram-se novas perspectivas para entender este importante legado religioso e cultural.
Continue connosco e conte com a atualização em permanência de todos os acontecimentos do país e do mundo, onde a humanidade e o evangelho são notícia.
José Carlos Patrício

Sem comentários:

Enviar um comentário