domingo, 7 de maio de 2017

Regina Caeli: “A maravilhosa experiência de sentir-se amado por Jesus”

“Estejam atentos!”

Regina Caeli, 07/05/2017, CTV
Regina Caeli, 07/05/2017, CTV
O Papa Francisco chama os batipzados para experimentar “a maravilhosa experiência de sentir-se amado por Jesus, pois para Ele nunca somos estranhos, mas amigos e irmãos”.
Antes da oração mariana do Regina Coeli, e dirigindo aos 25 000 fiéis e peregrinos, o Papa Francisco comentou o Evangelho deste domingo, dito do “bom pastor”.
O Papa emitiu um convite a « não racionalizar demasiado a fé » e a « cuidar da sua dimensão espiritual e afectiva ».
“Jesus se apresenta com as imagens de pastor e porta do redil, que se complementam », disse o Papa : « Jesus (…) manifesta uma relação de familiaridade com as ovelhas, expressa através da voz com a qual as chama, e que elas reconhecem e seguem. Ele as chama para levá-las para fora, às pastagens verdes onde encontram boa comida. »
« Cristo, Bom Pastor, tornou-se a porta da salvação da humanidade, pois ele ofereceu a vida pelas suas ovelhas”, explicou o Papa.Papa enfatizou que “Jesus, bom pastor e porta das ovelhas, é um chefe cuja autoridade se exprime no serviço, um chefe que para mandar dá a vida e não pede aos outros para sacrificá-la. Um chefe assim pode-se confiar, como as ovelhas que ouvem a voz do seu pastor, porque sabem que com ele vai-se a pastagens boas e abundantes. »Mais O Papa reconheceu  que “no sempre é fácil distinguir a voz do bom pastor”: “Estejam atentos: há sempre o perigo do ladrão, do salteador e o falso pastor. Há sempre o risco de se distrair com o ruído de muitas outras vozes. Hoje somos convidados a não nos deixarmos enganar pelas falsas sabedorias deste mundo, mas a seguir Jesus, o Ressuscitado, como o único guia seguro que dá sentido à nossa vida.”
“Neste Dia Mundial de oração pelas vocações sacerdotais, invoquemos a Virgem Maria para que acompanhe os dez novos sacerdotes e venha em auxílio daqueles que Ele, o Senhor, chama para que estejam prontos e generoso em seguir a sua voz”, concluiu o Papa.
in



Sem comentários:

Enviar um comentário