quinta-feira, 13 de abril de 2017

Papa na Audiência: resumo da catequese em português

“Jesus trouxe ao mundo uma esperança nova, comportando-Se como a semente”


(Osservatore © Romano)
(Osservatore © Romano)
(ZENIT – Cidade do Vaticano, 12 Abr. 2017).- O Papa Francisco recebeu nesta quarta-feira na Praça de São Pedro, os fiéis e peregrinos que o aguardavam com cânticos e aplausos para a tradicional Audiência-Geral. Neste dia de primavera o Santo Padre parou várias vezes para saudar os presentes, abençoar e beijar várias crianças.

No resumo em português, Francisco disse: “Jesus trouxe ao mundo uma esperança nova, comportando-Se como a semente: fez-Se pequeno como um grão de trigo caído na terra, que se desintegra e morre para dar fruto. No ponto extremo do seu abaixamento, que é também o ponto mais alto do amor, germinou a esperança.

E germinou precisamente pela força do amor, pois o amor, que é a vida de Deus, renovou tudo o que atingiu. Jesus transformou o nosso pecado em perdão, a nossa morte em ressurreição, o nosso medo em confiança. Assim, na cruz, nasceu e renasce sempre a nossa esperança.

Quando escolhemos a esperança de Jesus, pouco a pouco descobrimos que a forma vitoriosa de viver é a da semente que morre. Não há outro caminho para vencer o mal e dar esperança ao mundo. É verdade que este amor passa pela cruz, pelo sacrifício, como sucedeu com Jesus.

A cruz é passagem obrigatória, mas não é o destino: o destino é a glória, como nos mostra a Páscoa. Nestes dias da Semana Santa, deixemo-nos envolver pelo mistério de Jesus que, morrendo como o grão de trigo, nos dá vida.

É Ele a semente da nossa esperança. Contemplemos Jesus crucificado, fonte de esperança. Pouco a pouco compreenderemos que esperar com Jesus é aprender a ver, já desde agora, a planta na semente, a Páscoa na cruz, a vida na morte.

Far-nos-á bem parar diante do Crucificado, fixá-Lo e dizer-Lhe: «Convosco nada está perdido. Convosco sempre posso esperar. Vós sois a minha esperança»”.

in



Sem comentários:

Enviar um comentário