quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Brasil: Presidente da Conferência Episcopal fala de Igreja que conta com os pobres

CNBB
Cidade do Vaticano, 03 jan 2017 (Ecclesia) - O presidente da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB) defendeu em entrevista ao jornal do Vaticano, divulgada hoje, que a Igreja Católica conserva “valores” da teologia da libertação na sua atenção aos pobres.

O cardeal Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília, disse ao ‘Osservatore Romano’ que nas últimas décadas foi feito “um esforço para reconhecer os pobres como sujeito da ação”.

“Ainda há muitos valores: entre eles, uma maior atenção aos pobres, mais solidariedade, mais serviço aos últimos”, assinala o presidente da CNBB, em resposta à questão ‘O que restou da teologia da libertação na Igreja no Brasil?’.

“Permaneceu, sobretudo, o reconhecimento de valores e de experiências, porque às vezes corremos o risco de reduzir os pobres a um problema”, acrescenta o cardeal brasileiro, precisando, no entanto, que “seria preciso falar no plural” porque “não houve só uma teologia da libertação”.

D. Sérgio da Rocha foi criado cardeal no mais recente consistório do pontificado de Francisco, a 19 de novembro de 2016, considerando esta decisão do Papa como “um sinal” para a Igreja Católica no maior país da América do Sul.

OC


in





Sem comentários:

Enviar um comentário