sábado, 24 de dezembro de 2016

Vaticano: Papa diz que falar dos pobres «não é doença»

Francisco associou-se a concerto solidário promovido pela Gendarmaria

Cidade do Vaticano, 18 dez 2016 (Ecclesia) – O Papa associou-se este sábado a um concerto solidário de Natal promovido pela Gendarmaria do Vaticano e disse que falar dos pobres “não é uma doença”.

“Às vezes, alguém pergunta-me: ‘Mas padre, o senhor fala sempre dos pobres e da misericórdia’. Sim – digo - , mas não é uma doença. É simplesmente o modo com o qual Deus se revelou”, referiu Francisco, numa videomensagem transmitida na sala Paulo VI, onde decorreu o evento.

A intervenção, divulgada pela Santa Sé, sublinha que a chegada do Natal recorda “o modo como Deus entrou no mundo”.

“Nasce da Virgem Maria, como todas as crianças, é envolto em faixas, pegado ao colo, amamentado. E não só: a sua mãe e José tiveram de enfrentar o facto de não haver lugar para eles na albergaria”, disse.

O concerto visou recolher fundos para duas iniciativas: a construção de um hospital pediátrico em Bangui, na República Centro-Africana, e o auxílio às vítimas dos recentes terramotos no centro da Itália.

O Papa agradeceu a todos os que aceitam tornar-se “artesãos da caridade e construtores de misericórdia”, algo que “não é como investir na bolsa, mas no paraíso, na vida bem-aventurada do céu, no amor do Pai”.

“Podemos não fazer grandes coisas, realizar grandes projetos, mas aquilo que fizermos terá a assinatura da nossa paixão pelo Evangelho. Bom Natal a todos”, concluiu.

OC

in



Sem comentários:

Enviar um comentário