sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Papa: Mensagem para o Dia Mundial do Doente destaca «dignidade inalienável» de todas as pessoas

DR
Iniciativa vai decorrer a 11 de fevereiro de 2017

Cidade do Vaticano, 15 dez 2016 (Ecclesia) - O Papa Francisco publicou hoje no Vaticano a Mensagem para o 25.º Dia Mundial do Doente, que vai ter lugar no dia 11 de fevereiro de 2017, na comemoração de Nossa Senhora de Lourdes.
No documento, o Papa argentino destaca a “dignidade inalienável” de todas as pessoas, independentemente da sua condição, doença ou deficiência.

“Cada pessoa é, e continua sempre a ser, um ser humano e tem de ser tratada como tal”, frisa Francisco.

O Papa salienta depois a “missão fundamental” da Igreja Católica, em “servir os mais pobres, os enfermos, os que sofrem, os excluídos e marginalizados”, e recorda todos quantos vivem o seu quotidiano junto dos doentes, desde as “famílias” aos que, com “diferentes papéis”, zelam pelo bem-estar dos mais debilitados.

Homens e mulheres que “ao serviço de instituições de saúde espalhadas pelo mundo, trabalham com profissionalismo e responsabilidade no cuidado e tratamento dário dos seus pacientes”.

Francisco espera que o Dia Mundial do Doente possa ser cada vez mais um “incentivo” para a promoção de “uma cultura de respeito pela vida, pela saúde e pelo meio-ambiente”.

E que “leve a um esforço renovado na defesa da integridade e da dignidade das pessoas, sem esquecer a bioética, a proteção dos mais vulneráveis e da natureza”.

A mensagem do Papa para o 25.ª Dia Mundial do Doente, que vai ser assinalado a 11 de fevereiro de 2017, tem como tema “O Senhor fez por mim maravilhas”, retirado do Evangelho de São Lucas (Lc. 1, 49), do cântico do ‘Magnificat’, proclamado por Nossa Senhora em louvor de Deus.

JCP

in



Sem comentários:

Enviar um comentário