domingo, 25 de dezembro de 2016

Natal: Só há um acontecimento que «torna significativa» a quadra natalícia - Fernando Santos


«Se Jesus não tivesse nascido não havia Natal», recorda o selecionador de Portugal

Lisboa, 24 dez 2016 (Ecclesia) – Fernando Santos disse à Agência ECCLESIA que o nascimento de Jesus é o “acontecimento único” que “torna significativa” a quadra natalícia.

“Se Jesus não tivesse nascido não havia Natal. Havia outra coisa qualquer. Não havia era seguramente Natal, nem este calendário existia. Se há esta data, este 25 de dezembro, se é celebrada em todo o mundo, é porque Jesus nasceu”, afirmou o selecionador de Portugal.

Fernando Santos referiu que a celebração do Natal acontece sempre em família e, desde há 20 anos para cá, passou a ter “um sentido diferente”, deixando de ser apenas “um ritual”.

“Hoje celebramos essencialmente o nascimento de Jesus. Isso dá um cariz diferente em relação a esta festa de Natal, não perdendo o que é habitual e é importante para as famílias”, sublinhou.

Fernando Santos participou num Curso de Cristandade há cerca de 20 anos e experiência de três dias de silêncio e de escuta de conferências determinou a sua experiência crente daí em diante, marcada pelo testemunho permanente da fé em Cristo vivo.

Para o treinador de futebol, o ambiente que carateriza esta quadra “também faz parte” da celebração do Natal, onde o nascimento de Jesus “está sempre a marcar este dia”, mesmo que “inconscientemente”.

“Não sou daquelas pessoas que passa para o lado totalmente contrário, a dizer que há um consumismo que tomou conta do Natal. Estas coisas são normais”, referiu.

Fernando Santos celebra o Natal em família, com a “tradição e vem desde a infância” em torno da “árvore de natal, do presépio, das prendas, do Pai-Natal, no convívio em família”.

“Isso repete-se desde que nasci e continuamos a celebrar em família na Noite de Natal”, recordou.

“Passou-se com os filhos, abrandou depois um pouco esse tipo de ritual, mas depois vieram os netos e as coisas voltam ao princípio. É sempre muito agradável ver o neto a receber as prendas. Faz parte da felicidade de todos nós e das crianças”, concluiu Fernando Santos.

PR

in



Sem comentários:

Enviar um comentário