domingo, 27 de novembro de 2016

“Maria restitui-nos a figura da humanidade perfeita”

A propósito da Novena da Imaculada Conceição


Aproxima-se o dia 30 de Novembro. Para mim constitui uma das épocas mais bonitas do ano, particularmente porque tem início a Novena da Imaculada Conceição.

"O povo cristão, por inspiração do Espírito Santo, sempre soube aproximar-se de Deus através de sua Mãe. Pelas provas constantes das suas graças e favores, chamou-a Omnipotência suplicante e Deus soube encontrar n´Ela o atalho que abrevia o caminho para Deus”.

O amor dedicado a nossa Mãe do Céu, conseguiu, através das gerações, exprimir-se, tratá-la, e honrá-la de várias formas, dependendo da sua Fé, da sua cultura e dos sentimentos de cada cristão.

No meu caso particular, esta solenidade constitui uma pausa numa vida mais agitada em que procuro retemperar as minhas forças, fortalecer a fé, encontrar um pouco de paz e de isolamento interior, recriar a esperança no futuro, deixar todas as preocupações no regaço de Maria que também é Mãe.

Para isso muito contribuem as homilias do sacerdote durante a novena, levadas a cabo em algumas igrejas, ajudando-nos a meditar e a aprofundar, com visão sobrenatural, as realidades do dia-a-dia da vida, fortalecendo a nossa fé, a nossa força interior, recriando a esperança no futuro através da intercessão de Maria.
A presença de Nossa Senhora no mundo pode comparar-se à chegada da aurora que precede a luz da salvação, Cristo Jesus.

O Papa Paulo VI na Homilia de 8-IX-1964 refere " é como o desabrochar sobre a terra da mais bela flor que alguma vez brotou no jardim da humanidade: o nascimento da criatura mais pura, mais inocente, mais perfeita, mais digna da definição que o próprio Deus deu ao homem, ao criá-lo...Maria restitui-nos a figura da humanidade perfeita.

"Eu sou a Mãe do Amor Formoso, do temor, da ciência e da santa esperança. Vinde a mim todos os que me desejais e enchei-vos dos meus frutos; porque o meu espírito é mais doce que o mel...Aquele que me ouve não será confundido; e os que se guiam por mim não pecarão” (Eclo 24, 24-30).

De Maria emana uma luz especial que ilumina o caminho que devemos seguir nas diferentes tarefas e assuntos da nossa vida. Maria constitui um sinal de esperança que nos ilumina e orienta, a quem evocamos quando nos sentimos perdidos, a quem pedimos ajuda, recorrendo à sua intercessão sempre que nos encontramos necessitados porque Maria nos levará por um caminho seguro: “Coração dulcíssimo de Maria, preparai-nos um caminho seguro”.

Não deixemos de viver a novena da Imaculada Conceição. Ganharemos, certamente, inúmeras graças.

Nossa Senhora é descanso para os que trabalham, consolo para os aflitos, para os que choram, remédio para os enfermos, porto seguro para os que se encontram perdidos no meio da tempestade, um doce alívio para os mais tristes, que carecem do seu apoio na doença, no desemprego, nas vicissitudes, que a vida acarreta, no desemprego, nos inúmeros problemas sociais existentes a nível global, nos conflitos com os quais nos confrontamos nesta época mais complicada que vivenciamos. Por todos estes pedidos, pela Paz, Maria, Mãe Santíssima, rogai por nós!

Maria Helena Paes








Sem comentários:

Enviar um comentário