segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Aveiro: Fórum Ecuménico Jovem 2016 marcada pela temática do desperdício alimentar


Encontro reúne as Igrejas Católicas, Lusitana, Metodista e Presbiteriana

Aveiro, 13 set 2016 (Ecclesia) - A XVIII edição do Fórum Ecuménico Jovem (FEJ) realiza-se hoje, 12 de novembro, no Seminário de Santa Joana Princesa, em Aveiro, e tem como tema «Dai-lhes vós mesmos de comer»

Em declarações à Agência ECCLESIA, João Luís Inglês Fontes, do Grupo Ecuménico Jovem, disse o FEJ nasceu com “o objetivo de sensibilizar, de levar os jovens a interrogarem-se e fazerem a experiência concreta do encontro com jovens de outras tradições cristãs”.

“Tem tido um acolhimento muito bom por parte dos jovens dos vários pontos do país onde vai acontecendo e ao mesmo tempo penso que foi despertando, apesar do nosso contexto ser maioritariamente católico, para a necessidade da reconciliação e de cada cristão ser sinal de reconciliação e confiança, no sítio onde está”, sublinhou.

O tema do FEJ 2016 ‘Dai-lhes vós mesmos de comer’ “é a ordem de Jesus” e surge no contexto do Ano Nacional de Combate ao Desperdício Alimentar.

João Luís Inglês Fontes explica que o objetivo deste encontro é favorecer o "aprofundamento" deste tema, seja de forma mais bíblica, social ou cívica, mas sempre ligada à dimensão cristã”.

Depois vai ser proporcionado um tempo de partilha em grupos porque o ecumenismo “não se faz apenas falando em conjunto, é preciso que as pessoas se encontrem, que haja um sair e as pessoas se encontrem, descobram o outro”.

Segundo o programa da 18.ª edição do Fórum Ecuménico Jovem, este sábado, depois de um momento de acolhimento, às 10h00, vai ter lugar uma exposição bíblica do encontro a partir das 11h00.

Meia hora depois, os jovens de todo o país vão reunir-se em grupos para um momento de reflexão, no Seminário de Santa Joana Princesa, Diocese de Aveiro.
Após do almoço partilhado, pelas 14h00, serão propostos workshops a partir de “experiências concretas” que apresentam “a riqueza local de iniciativas e também de problemas”, até à celebração ecuménica de encerramento do encontro juvenil, às 16h30.

Os jovens não pagam inscrição para participar nesta iniciativa ecuménica nacional, mas são convidados “a trazer algo para a Instituição Particular de Solidariedade Social ‘Florinhas do Vouga’.

A organização 18.º FEJ da responsabilidade dos departamentos juvenis das Igrejas Católicas, Lusitana, Metodista e Presbiteriana.

Na memória está a recente viagem do Papa Francisco à Suécia e que teve como pano de fundo os 500 anos da “reforma protestante” iniciada por Lutero, que se celebram em 2017.

Para João Luís Inglês Fontes esta iniciativa “ajuda a perceber” que o ecumenismo “entrou definitivamente na agenda da Igreja, e tem de ser prioridade para todos os cristãos”, e que se pode construir ou fazer muitas coisas em conjunto.

O Fórum Ecuménico Jovem nasceu com o objetivo comum de pensar o trabalho ecuménico com os jovens através de representantes dos departamentos juvenis de várias das Igrejas cristãs com presença histórica em Portugal que reuniram-se pela primeira vez no Seminário de Leiria, em 1999, quando foi criada uma equipa ecuménica juvenil.

Um ano antes, muitos dos que integravam esse grupo representaram Portugal na segunda Assembleia Ecuménica Europeia, celebrada na cidade austríaca de Graz, na Áustria.

HM/CB

in



Sem comentários:

Enviar um comentário