quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Portugal: 16 mil crianças e jovens participaram em jornada mundial de oração pela paz

Créditos: Fundação AIS
Iniciativa organizada pela Fundação Ajuda a Igreja que Sofre que destaca a «enorme adesão» das comunidades nacionais

Lisboa, 19 out 2016 (Ecclesia) – 16 mil crianças e jovens portugueses participaram esta terça-feira na jornada mundial de oração pela paz, promovida pela Fundação Ajuda a Igreja que Sofre.

Num comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a organização humanitária católica destaca a “enorme adesão” que a iniciativa teve em Portugal, mobilizando várias “escolas, paróquias e movimentos”.

O evento, que congregou os 22 secretariados internacionais da AIS, teve como especial intenção a paz na Síria, e contou com a participação de comunidades de Itália, da Alemanha, dos Estados Unidos da América, da Austrália, do Paquistão, entre outras nações.

“Milhares de crianças rezaram o terço implorando a proteção da Virgem Maria e o dom da paz para o mundo, muito especialmente para a Síria e para a cidade mártir de Alepo”, conta a AIS.

Alepo tem de facto sido uma das regiões mais afetadas pela guerra civil que há mais de cinco anos dilacera a Síria, e que já causou centenas de milhares de mortos.

Esta terça-feira, dia da oração pela paz, “por coincidência ou não, o dia foi de tréguas”, assinala a Fundação Ajuda a Igreja que Sofre.

Os combates e bombardeamentos aéreos, quer do lado do exército afeto ao Governo de Bashar al-Assad quer do lado dos rebeldes, estiveram “suspensos durante cerca de oito horas”.

Uma trégua que, segundo a Rússia, país aliado do regime sírio, teve na sua origem “permitir a saída de civis da cidade, especialmente das pessoas doentes e feridas”.

Inicialmente, esta pausa estava marcada para quinta-feira (20 de outubro) mas foi antecipada 48 horas, “coincidindo” assim com a jornada mundial de oração pela paz da AIS.

JCP


in




Sem comentários:

Enviar um comentário